Conheça a qualidade cara e sem ostentação dos sneakers feitos à mão pela Hender



Existem sneakers superluxo que chegam a custar R$ 100 mil. São cravejados de diamantes e outras pedras preciosas, fios de ouro e gosto duvidoso. 

Mas esqueçam toda essa porcaria pretensamente “preciosa” quando o sneaker vier de Tokyo, da Hender Scheme’s, oficina de Ryo Kashiwazaki. 


Os calçados da Hender são premium, caros, porque custam de R1,5 mil a R$ 3 mil o par, mas são uma carta de amor para modelos de tênis icônicos que o artesão apreciou ao longo da sua vida.

Todos os pares que saem da oficina de Ryo são feitos à mão, com couro curtido em tanino vegetal, de altíssima qualidade e maciez.

As solas são brancas ou pretas, dependendo do modelo, também em couro, e podem ser substituídas quando gastas.

A exclusividade é outro atributo. Nunca mais do que 500 pares são produzidos e, muitas vezes, apenas 300.

Um dos últimos lançamentos da Hender Scheme é esse aí da foto, o Asics Gel-LYTE III, que deve chegar às lojas da marca em apenas 300 unidades a US$ 500 ou R$ 1.550,00.

Detalhe: muita gente vai ficar triste com o seu cartão de crédito e seus dólares na mão porque não vai conseguir um par, a exemplo do que já aconteceu com o lançamento de outros modelos pela Hender, como Nike Presto, Air Jordan IV e New Balance 1300, entre outros

Em breve um post completo sobre Ryo, conhecido com o "cirurgião" do calçado.



Fonte: Solecollector




Comentários